Em entrevista ao jornal da Módulo FM, Deiró faz balanço do Governo e aborda temas dos vários setores municipais

Deiró Marra, prefeito de Patrocínio, foi o convidado especial do jornal da Módulo FM na tarde desta quarta-feira (19).

Em sua entrevista, Deiró falou de suas principais ações nos primeiros 100 dias de governo e elencou os avanços conquistados até agora em várias áreas.

Crise financeira municipal

O prefeito disse que herdou muitos problemas e dificuldades financeiras da gestão anterior, e que todas foram, inclusive, apresentadas ao Ministério Público para conhecimento e devidas providências.

Sobre os ‘restos a pagar’ deixados pela gestão anterior, Deiró disse que negociou com todos os credores e conseguiu descontos para saldar os débitos. “Estamos em dia com todos os nossos fornecedores de Patrocínio, restando apenas alguns fornecedores de fora que ainda estamos pagando. Mas estamos com nossas contas de 2017 100% em dia”.

Saúde

As conquistas no setor da saúde foram exaltadas pelo prefeito, principalmente, quanto a liberação da verba para a construção do novo Pronto Socorro.

Segundo Deiró, na próxima semana a planta da construção será apresentada a Secretaria Estadual de Saúde para aprovação e consequentemente liberação do recurso. “Com a aprovação da SES, daremos início ao processo licitatório. Esse será um grande divisor de água na história da saúde de Patrocínio”, destacou.

O prefeito também enumerou outros importantes avanços no setor, tais quais: a contratação de médicos neurologistas, a diminuição das filas de esperas para exames e procedimentos; o atendimento humanizado em todas as unidades e a reforma do atual pronto socorro.

Educação

Como ex-presidente da Comissão de Educação da Assembleia de Minas, Deiró ressaltou sua preocupação e carinho para com a educação.

O prefeito anunciou também que uma equipe já analisa um concurso para o setor. “Estamos preparando um concurso para a área da educação, que deve sair ainda esse ano. Não temos interesse em contratações temporárias”.

Arrecadação Municipal

Sobre a arrecadação dos impostos, principalmente o IPTU, o prefeito fez questão de reforçar que “através dessa contribuição que o município faz os investimentos necessários, como recuperação das ruas, duplicação da ponte que vai ligar os bairros Jardim Ipiranga ao Enéias, contratação de médicos”.

“Implantamos também medidas providenciais importantes para melhorar a arrecadação, como por exemplo, a Lei ( que ainda está em vigor) que garante isenção multas e juros àqueles eu estão com dívida ativa com o município, e as alteração das leis tributárias no município”.

“É direito e dever do povo cobrar os serviços, mas em contrapartida tem que estar ciente de que todo o recurso para fazer isso parte da contribuição dos impostos, o mecanismo de arrecadação do município”.

“Meu compromisso é aplicar bem esses recursos. Como fizemos, através de licitação, na aquisição dos uniformes escolares, onde economizamos mais de 400 mil reais”, explicou.

IPTU

Sobre os valores cobrados no IPTU de 2017, Deiró ponderou que o imposto teve duas bases de correções: a primeira através das novas medidas tomadas de acordo com o georreferenciamento realizado em 2013 – ‘que custou mais de um milhão de reais aos cofres públicos e que ainda não havia sido implantado’ – e a segunda, o reajuste com base no índice INPC.

“Se há algum problema pontual, quando a área apontada na guia não condiz com a construção efetiva do imóvel, esse contribuinte deve procurar a prefeitura para a regularização”, informou.

Funcionalismo Público

Sobre o fim do transporte oferecido aos funcionários públicos pela prefeitura e o repasse de vale-transporte, Deiró lembrou que ‘o vale-transporte é garantido por lei, inclusive tendo sido reivindicado em ação judicial do Sindicato’.

Deiró explicou que através do novo estatuto aprovado na Câmara esse direito ficou garantido ao servidor, sem nenhum ônus ao trabalhador, ou seja, sem o desconto proporcional de até6% na folha de pagamento.

Ainda de acordo com ele, o ônibus e vãs que atendiam os servidores serão transferidos para o transporte escolar.

Sobre o aumento ao funcionalismo, o prefeito disse que não tem condições financeiras para fazer agora. “No momento estamos priorizando pagar os salários em dia e resgatar os benefícios. Quando tivermoscondições financeiras, iremos sim conceder esse reajuste”.

Por fim, o prefeito apontou outro esforço da sua gestão que concedeu 34% de aumento no vale-cesta, que passou de 105 reais para 140 reais.

Transporte escolar

E falando de transporte escolar, o prefeito fez uma crítica à gestão desse serviço na administração anterior. “Temos um gasto absurdo com o transporte escolar, com mais de um milhão de reais para transportar os alunos no município. A palavra logística nunca existiu no vocabulário da gestão anterior, para ter inventado tanta linha, como foi inventada”.

“Nosso grande anseio é fazer uma gestão com redução de custos e com transporte de qualidade”, concluiu.

Codema x Vale

Deiró anunciou a assinatura do novo convênio com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente que garantirá ao Codema e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente a liberação do licenciamento ambiental no município de Patrocínio.

Sobre a polêmica que envolve a licença da Vale questionada pelo Codema, o prefeito voltou a afirmar que irá analisar todo o processo e que ‘se for necessário irá discutir essa questão com o Ministério Público’. “Não nos interessa que a mineradora tenha dificuldades de atuar, pois queremos o desenvolvimento da nossa cidade, mas as regras valem para todos os nossos investidores”, ponderou.




COMPARTILHE NO:

COMENTÁRIOS