Presidente do Clube Enxó negocia com os sócios propostas de arrendamento

O presidente do Clube Enxó, Rubens Rocha, confirmou que recebeu várias propostas de empresas e instituições para arrendar o clube, dentre elas do Clube Atlético Patrocinense, IFTM e uma empresa terceirizada da Vale.

Diante das propostas, Rubens encaminhou uma carta para os sócios para conhecimento e avaliação dos mesmos. “Fiz essa carta para os associados para que eu possa ter respaldo legal para negociar esse processo de arrendamento. Acredito que na próxima semana eu tenha a resposta se eu posso ou não negociar esse tipo de arrendamento”, afirmou o presidente.

De acordo com Rubens, caso os sócios não aprovem o arrendamento, ele irá abrir cotas para contribuintes para que ele possa manter o clube aberto. “Estou pintando o clube inteiro com as cores do clube, reformando banheiros e saunas”, ponderou.

Para o arrendamento, o presidente disse que está pedindo de 8 a 10 milhões pelo valor total, que pode ser dividido. Para justificar o valor, Rubens exemplifica: “se a empresa que arrendar colocar mil cotas a venda por 15 mil cada, ela fará 15 milhões. Com esse valor ela paga os 135 associados e ainda fica com mais de 6 milhões para reformar e dar vida ao clube”.

Outra opção que o presidente apresenta é abrir cotas patrimoniais, dividir o dinheiro entre os sócios e manter o clube social.

“O mais importante, é que Patrocínio não pode perder uma área de 135 mil metros quadrados. Inclusive contratei profissionais para fazer um projeto em 3D para a reforma de todo o clube”, ponderou.



COMPARTILHE NO:

COMENTÁRIOS